Baixas lendas da classe média alta II: Mái Áis 

9min | Experimental  | 2018  | Minas Gerais
Dirigido por Bruna Schelb

Diante da TV estrangeira, garota padece de colonização. Somente um grito em português poderá salvá-la. 

Assista na sua TV

  • Cinza ícone do YouTube

com

Bruna Schelb Corrêa

 Carlão Merhy

Direção e Roteiro

Bruna Schelb Corrêa

Narração

 Rosane Preciosa

Elenco de Dublagem

Luiza Schelb, Luiz Schelb, Luis Bocchino e Bruna Schelb Corrêa

Assistente de direção

Felipe Monteiro

Produção

Bruna Schelb Corrêa, Felipe Monteiro, João Gabriel Marques e Luis Bocchino Direção de Fotografia

Luis Bocchino

Assistência de Fotografia

Caio Deziderio e Leonardo Morais

Direção de Arte

Isadora Martins e Vinícius Martins

Som direto

Ana Paula Romero

Figurino

Isadora Martins

Maquiagem

Adhara Batalha Cabelo, Felipe Monteiro e Isadora Martins

Montagem

Bruna Schelb Corrêa e Luis Bocchino FinalizaçãoLuis Bocchino e Caio Deziderio

Mixagem Sonora

Marcello Baia Nicolato

Trilha sonora

Carlão Merhy, Vinícius Tadeu Máximo, Luciano Gallet e Orquestra da Universidade Federal Fluminense, Pine Top Smith, Edna Hicks

 

uma produção

Filmes do Mato

“Mái Áis trata da colonização cultural de forma alegórica, usando dos textos do Manifesto da Poesia Pau-Brasil (1924) e do Manifesto Antropófago (1928) para conduzir sua narrativa. A série Baixas Lendas da Classe Média Alta conta com dois outros curta-metragens de narrativas independentes, e quer lançar um olhar fantástico ou cômico ao "realismo de apartamento" tratando de assuntos latentes mas não tão urgentes do contexto da classe média brasileira.”

 

—  Bruna Schelb, diretora

© alucinação.index

  • Grey Instagram Icon